Antes de falarmos sobre a eficácia dos canabinóides para fibromialgia, é importante entendermos um pouco mais sobre essa síndrome. A fibromialgia é caracterizada pela ocorrência de dor generalizada, rigidez e sensibilidade nos músculos, tendões e articulações, fadiga crônica, distúrbios do sono, cefaleia, transtornos comportamentais, ansiedade e depressão.

Até o momento não existem testes laboratoriais capazes de detectar a fibromialgia, e por isso seu diagnóstico continua sendo essencialmente clinico. Relatos indicam que sua fisiopatologia parece ser o resultado da interação de múltiplos componentes imunológicos, neuroendócrinos, psicoemocionais e comportamentais.

Alguns estudos, dizem que os canabinoides agem nas dores e inflamações, realizando a modulação de toda função emocional e cognitiva. Isso, por conta dos receptores endógenos CB1 e CB2 que estão distribuídos por todo o nosso corpo, principalmente no sistema nervoso central e periférico, sendo efetivo como analgésico e realizando o efeito anti-inflamatório e espasmolíticos.

O uso dos produtos a base de canabidiol tem sido se mostrado favorável em todos os aspectos avaliados, com grande evolução, incluindo melhora nos níveis de dor, aumentando a energia, melhorando a memória nas atividades diárias. Em alguns casos, a melhora dos pacientes foi tão marcante que eles cessaram totalmente ou reduziram significativamente os outros tratamentos aos quais se submetiam. São resultados animadores e que evidenciam os benefícios do canabidiol para fibromialgia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close