Possuímos hoje inúmeras variedades de canabinoides presentes na Cannabis Medicinal, são mais de 400 compostos que vêm ajudando pacientes no tratamento de diversas patologias, dentre elas, dores crônicas, câncer, fibromialgia, ansiedade, além de doenças neurodegenerativas, uma ampla diversidade em tratamentos.


Na saúde oral, não é diferente, cada vez mais os estudos evidenciam a eficácia da cannabis medicinal, casos onde a planta mostra soluções significativamente positivas, ajudando no combate de patologias como: processos inflamatórios nos tecidos intraorais, dores neuropáticas ou de restaurações, analgesia, antimicrobianas, ansiedades odontológicas, gengivites, bruxismo, câncer oral, entre outras.

Entre as patologias citadas, o ATM que ataca o movimento de abrir e fechar a boca, tem tido muitos benefícios quando tratado com cannabis, tendo como efeito o alivio e o desconforto em artralgias temporomandibulares, bruxismos e síndromes miofasciais, isso porque o ATM causa dor não somente na mandíbula, mas em ouvidos, face e pescoço.


Os compostos de cannabis, como o tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol (CBD), ativam ao se ligarem aos receptores do nosso sistema endocanabinóide, que por sua vez, criam neurotransmissões retrógrados endógenos baseados em lipídios que se ligam a receptores canabinóides (RCs) e proteínas receptoras de canabinóides que são expressas em todo o sistema nervoso central, aliviando as dores dos distúrbios da ATM e reduzindo a ansiedade e a depressão que muitas das vezes é acompanhada pelos portadores da patologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close