Com a regulamentação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (Anvisa) para a comercialização do canabidiol com fins medicinais, o uso da substância para o tratamento de doenças crônicas também pode ser facilitado no Brasil. Segundo o neurocirurgião e coordenador do Centro de Dor do Hospital 9 de Julho, Dr. Claudio Corrêa, o canabidiol pode ser benéfico para tais pacientes, principalmente…

O número de pacientes autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a importar canabidiol (CBD), composto feito a partir da planta da maconha, cresceu nove vezes em quatro anos, segundo dados do órgão. A partir de 2020, esse e outros compostos poderão ser produzidos e comercializados em território nacional, como prevê regulamentação da agência. Enquanto isso, as pessoas que dependem desse…

O uso de canabinoides na população idosa para fins medicinais foi tema de um debate promovido no Rio de Janeiro pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Os canabinoides são substâncias derivadas da cannabis, considerada ilícita em boa parte do mundo e no Brasil. Com possíveis benefícios em tratamentos contra dor crônica, demência e outros problemas comuns em idosos, o uso…

Na manhã do dia 03 de dezembro, em Brasília, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a legalização do uso medicinal da Cannabis. A norma entra em vigor 90 dias após a publicação em Diário Oficial. Sendo assim, manteremos o mesmo processo para aquisição do medicamento através da importação excepcional. Entretanto, gostaríamos de salientar que os medicamentos à…

De acordo com um novo estudo, o canabidiol, o ingrediente não psicoativo do cânhamo e da maconha, pode tratar o vício em opioides. Em testes realizados com pacientes com dependência de heroína, foi detectada a redução dos desejos acarretados pela droga ilícita, além da diminuição dos níveis de ansiedade. “O desejo intenso é o que impulsiona o consumo de drogas”,…

Propostas de cultivo da planta de Cannabis sativa para fins medicinais e científicos e de produção de medicamentos com base na substância ainda precisam passar por consulta pública antes de poderem entrar em vigor; plantio doméstico segue proibido. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, na tarde desta terça-feira (11), duas propostas preliminares que podem liberar o cultivo da…

A maior descoberta da pesquisa é obter as duas substâncias separadas; os usos medicinais do canabidiol são extensos O crescente mercado de Cannabis tem duas frentes principais: o uso medicinal e o recreativo. Entre as mais de cem substâncias químicas presentes na planta, duas estão intimamente associadas, respectivamente, a estes usos: o CBD (canabidiol) e o THC (tetrahidrocanabinol). Cientistas da Universidade da Califórnia em Berkeley…

Se medicamentos há muito incorporados ao cotidiano das práticas de saúde, como a anestesia de dentista, são feitos à base de drogas como a cocaína, por que o canabidiol, extraído da Cannabis sativa, ou maconha, não pode ser usado para tratar pessoas que sofrem de epilepsia, por exemplo? Simples. A carga de preconceito prevalece no conjunto institucional, que engloba uma…

Nos Estados Unidos, a maconha para uso medicinal já foi legalizada em 29 estados – em nove deles, como Califórnia, Nevada e Colorado, o uso da planta já está, inclusive, aprovado para fins recreativos. No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou no ano passado o uso de produtos à base de canabidiol apenas para casos medicinais. O que isso…

A Justiça Federal determinou que a União inclua medicamentos já registrados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) à base de Canabidiol (CBD) e Tetraidrocanabinol (THC), substâncias provenientes da planta Cannabis sativa, na lista de fármacos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Eunápolis (BA), e prevê também que…

Close